Presente desejado e anunciado.

Quando eu tinha uns 6 anos, exatamente eu não sei, minha mãe deu uma festa de aniversário pra mim. Quando chegou a hora dos convidados chegarem eu corri pra esquina (mais ou menos a 500m de casa) e me postei lá, como um 4 de paus, esperando os convidados. À medida que eles apareciam, eu corria até eles e perguntava pelo presente. E perdia completamente o interesse se não havia presente nenhum. Eu me lembro do episódio, envergonhada. Sempre achei meu comportamento mais do que censurável.

Depois disto, fiquei civilizada e sempre tentei mostrar um que de desinteresse ao fato de haver ou não presentes. Mais do que isso, passei anos tentando evitar esta data. Não por não gostar de ficar mais velha ou coisas do tipo. Sei lá exatamente porque ? ou achava que tinha um motivo muito bom. O fato é que assumi uma atitude de ?não é comigo? com esta data, uma atitude de não me alegrar, de não haver motivos de me alegrar, sei lá.

Pois neste aniversário eu me lembrei muito deste episódio antigo de festa de aniversário. Eu tinha um objeto de desejo e fiz questão que o Reiner soubesse disto. Bem especificamente. Sempre tinha achado uma desvantagem fazer aniversário nesta época do ano, porque sempre havia a possibilidade de ganhar um presente só de aniversário e natal ? eu sei, bem contraditório com a atitude de ?não é comigo? descrita anteriormente. Mas, este ano, usei este fato como uma vantagem. Anunciei que ficaria felicíssima com um presente só para as duas data. Este presente.

Mais do que isto ? atitude mais deplorável ainda, assim que houve o primeiro indício de que este desejo seria realizado, falei para todos os nossos amigos. Sempre que perguntavam o que eu queria de aniversário, pergunta comum por aqui, eu anunciava o desejo principal e sugeria um presente complementar. E o Reiner ouvindo e sabendo de tudo. Em outras palavras: fiz campanha mesmo. Tss, tss, tss. Eu sei. Deplorável! Deplorável mesmo! Coitado do meu marido.

Mas estou felicíssima com o presente principal e todos os outros complementares ou não.

Olha aí o objeto de desejo! Agora tem que aprender a desfrutar das vantagens dela. Mas por enquanto, só estou apanhando.

por RosangelaE em Na Alemanha 4 Kommentare | TrackBack (0)

Comentários

cida 06.12.2004 – 12:51

Parabéns pelo aniversário e continue contando para nós coisas de sua vida ai é muito gostoso ler, não perco um dia apesar de não comentar.
Beijos
Cida

Ale 07.12.2004 – 10:22

Descordo! Nao existe nada de deploravel em expormos nossos desejos, principalmente para aqueles que nos amam!! Deploravel mesmo eh voce nem avisar antes que ONTEM foi seu aniversario, dai nao pode reclamar que estou te desejando PARABENS atrasado!!!
Um GRANDE BEIJO e um FELIZ ANIVESARIO!!

Ale 07.12.2004 – 10:23

PS. Desculpe a brincadeira!!

Telma 09.12.2004 – 21:26

Puxa, Rô, que presentão!! Será que vai dar pra gente ver as fotos que você tirar com ela também? Acho que não, né? Chuif, chuif…

Hummm… egoísmo meu fazer beicinho quando você está tão feliz com seu presente tão desejado.

Felicidades e manda bala, digo, manda “shot”!!!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s