Siesta

Aqui eu mostro pra vocês o meu óculos de sol de grau – antigo, ontem peguei um novo. Mostro também o meu marido tirando uma soneca, siesta, em Artá, na entrada do museu de pedras antigas com história, que percorremos em exatos dez minutos. Sempre vamos olhar pedras antigas e sempre nos pergurtamos a utilidade disto. Sem ser especialistas estas pedras antigas nos dizem muito pouco. Sentar à sombra e tirar uma soneca fica mais convidativo. Eu não consigo tirar sonecas. Tiro fotos. Sem esquecer de incluir a minha mochila de carregar pedras, que me acompanha há uma eternidade já, que já nos acompanhou por muitas aventuras. Sempre tento comprar outra mas nunca encontro uma mais prática, mas leve. Ela fica.

E ficam as impressões. E fica a sensação de que tudo passa. Eu passo. As pedras ficam. Com ou sem sentido.

Hoje fomos para Palma

Hoje fomos para Palma – iríamos também se tivesse feito sol, só que deixamos de propósito o guarda chuva no hotel, pra ver se não chovia. Choveu demais. Uma chuvinha mansa e boba… no começo da tarde, quando já não dava mais esperar que ela passasse, e estávamos cansados de ficar molhados, compramos mais uma sombrinha… Enorme… Batemos perna, olhamos vitrine sem fim, o que foi ótimo e surpreendente. Tanta coisa bonita e diferente. E olha que estive em Stuttgart, a nossa cidade grande, uma semana atrás… Compramos também. Quando deu fome, comemos tapas, olhando a chuva cair. A chuva não estava fria e nem fez frio… Só voltamos com os pés molhados pra casa, quer dizer, pro nosso hotel. Estamos em uma praia distante de Palma – Can Picafort, Georgia. Fomos de ônibus já que nem ele, nem eu queria dirigir… Dormimos na ida. Dormimos na volta. Sol? Tomamos ontem ao retornar de Artà, entre 18 e 19 horas. E ontem fez sol porém deitar ao sol não é nosso forte, mas este pouquinho fez um bem danado. Aquece a alma. Acho que os livros vão voltar não lidos. Já programamos nossos dias todos até o nosso retorno.

Hoje eu fui à feira.

Hoje eu fui à feira em Kirchheim. Raramente vou às segundas. Mas temos de acabar de plantar a nossa horta então fui lá comprar o que faltava.

Voltei com dois pés de abobrinha e três pés de tomate cereja… As outras coisas plantamos de semente diretamente no chão ou fizemos as mudinhas em casa mesmo, como as da couve…

Também comprei alfavaca, manjerona e salsinha para plantar no balcão…