Abraço apertado.

Um carrossel: é como está nossa vida nos últimos dois anos.  E um exercício enorme, gigantesco de desapego. Um dia você está aqui, no outro vai embora. Mais ainda: não temos data certa para nada. Tudo, mas tudo mesmo, está em aberto. Haja adrenalina!

Desde o começo do ano o stresse e as surpresas por aqui estão tão frequentes,  que eu, que não posso fazer muito pela situação, institui o abraço de 30 segundos. Bem apertado. E o melhor, o Reiner concorda. Antes dele sair de casa a gente se abraça longamente, bem apertado. A gente até se pega suspirando fundo. Dá uma revigorada sem preço. Embora ele não comente nada, sempre vem para o abraço sem reclamar. Para mim, posso atestar, faz um bem danado.

Posso recomendar.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s